Verdades e teorias

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Qual é a religião verdadeira?



Não há ainda uma resposta definitiva para este tipo de pergunta. Existem um grande número de religiões espalhadas pelo planeta, pois ainda não há este consenso de que exista um único deus e que uma única religião seja a verdadeira: nada indica que uma crença seja verdadeira e as outras sejam falsas. Mas... e se todas forem falsas?

É impossível que todas sejam verdadeiras, já que cada uma fazem parte de um sistema de doutrinas (um diferente dos outros) que é a religião, se torna muito contraditório: cada religião contradiz todas as outras. Elas explicam o mundo de uma forma diferente, então não pode ser que todas estas filosofias sejam todas corretas.

Pegando um exemplo prático do dia-a-dia: todo mundo nasce sem crença nenhuma, isso é fato. Nenhuma pessoa quando criança consegue dizer "jesus existe! ele é a verdade!" sem nunca ter ouvido isso antes em lugar nenhum. As pessoas só adquirem uma crença depois que ela vive influenciada pelos costumes e crenças da região onde ela habita, ou seja, se você passa muito tempo falando da bíblia para seu filho ainda pequeno, ele irá crescer com aquela informação no psicológico, pensando que aquilo é a verdade, o mesmo ocorre com qualquer outro livro sagrado. Supondo que esta pessoa cresça fazendo parte daquela religião sem nunca sequer migrar para outra, vamos em frente...

...Ela viaja para um outro país distante, com um sistema de doutrinas completamente diferente e contrário do dela, então lá ela vai ouvir as pessoas dizerem que aquela religião de lá e o deus que eles seguem é o verdadeiro. Ou vice-versa: um adepto do islamismo se for viajar para o Brasil vai ouvir dizer que a religião predominante aqui é a verdadeira.

O cristianismo se tornou a maior religião do mundo hoje por causa de que o imperador romano Constantino(272-337) tornou o cristianismo a religião oficial do império romano, este império tinha extensão territorial tão grande que cobria grande parte do oriente. Constantino era, vamos dizer, um "divulgador do cristianismo".

Mas peraí... e se não fosse o cristianismo? E se fosse uma outra religião? E se Constantino tivesse trazido outra religião ao invés do cristianismo? A resposta é que se ele tivesse trazido uma religião diferente, essa religião teria se tornado a maior em número de fieis atualmente no lugar do cristianismo.

A existência de um único deus verdadeiro ainda é um assunto muito discutido no cotidiano, pois não existe a máxima evidência de que o grande juju da montanha seja a divindade verdadeira, ou que jesus de nazaré, ou a deusa kali, ou thor, ou zeus, ou krishna, ou qualquer outro suposto deus seja o verdadeiro.

Perguntar "qual é a religião verdadeira?" é o mesmo que perguntar "em qual planeta da galáxia de andrômeda pode existir vida?", sendo que existe a possibilidade de um (ou vários) planetas, ou até NENHUM existirem vida ou não, assim como existe a possibilidade de cada religião existente ser ou não a verdadeira.

Um comentário:

  1. O que existe não pode ter sido foi feito do nada, mas do invisível (átomos). Há 200 anos se falassem que 200 pessoas voariam em uma maquina mais pesada que o ar, quem acreditaria? Se falassem que um dia teríamos um aparelho que carregaríamos no bolso e poderíamos falar com uma pessoa conhecida em qualquer parte do mundo.
    O que era perfeito tornou-se imperfeito.
    A degeneração ocorreu porque existe o livre arbítrio. O amor em sua plenitude é desprovido de egoismo, ódio e rancor. O Criador do Universo está muito além da nossa imaginação. Aquele que disse: "EU SOU O QUE SOU" tem todas as respostas, nós apenas fazemos nossas conjecturas!

    ResponderExcluir